Forças de Kadafi matam 21 na Líbia, dizem rebeldes

Tropas líbia figiram que estavam se rendendo e atacaram grupo rebelde entre Ajdabiya e Brega

Agência Estado

13 de junho de 2011 | 13h37

BENGHAZI - Forças leais ao líder líbio, Muamar Kadafi, mataram 21 insurgentes hoje, entre as cidades de Ajdabiya e Brega, no leste do país, afirmou um comandante rebelde à France Presse. "Nossos homens foram enganados. Os soldados de Kadafi fingiram que se renderiam, vindo com uma bandeira branca, e então dispararam em nós", afirmou Mussa al-Mograbi, por telefone.

 

Veja também:

especialLinha do Tempo: 40 anos da ditadura na Líbia

especialInfográfico: A revolta que abalou o Oriente Médio

especialEspecial: Os quatro atos da crise na Líbia

Cerca de 20 rebeldes ficaram feridos e foram transferidos para um hospital em Ajdabiya, 160 quilômetros ao sul de Benghazi, a capital de facto dos rebeldes que combatem pelo fim do governo de Kadafi desde meados de fevereiro, segundo a fonte.

Os rebeldes tentam há meses capturar a estratégica cidade petrolífera de Brega, o que abriria o caminho para Sirta, onde Kadafi nasceu, e dali para a capital, Trípoli. Há em Brega uma importante refinaria petrolífera, capaz de suprir o leste do país.

Helicópteros franceses e britânicos têm apoiado rebeldes, atacando posições das forças oficiais de Kadafi em Brega e no entorno da cidade desde 3 de junho. Os rebeldes, que não revelam quantos combatentes possuem, estimam que haja 5 mil soldados oficiais defendendo Brega. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
LíbiaataquesrebeldesmortesBrega

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.