Forças de Kadafi matam 4 crianças em Misurata

Um médico disse hoje que Misurata, última cidade do oeste da Líbia controlada pelos rebeldes, foi atacada e quatro crianças morreram. Segundo a fonte, que pediu anonimato, tanques do governante Muamar Kadafi estão nas ruas e atiradores de elite controlam a principal rodovia da cidade, que é a terceira maior do país e fica 125 quilômetros a sudeste da capital, Trípoli.

AE, Agência Estado

22 de março de 2011 | 14h05

O médico afirmou que as forças internacionais não estão implementando a zona de exclusão aérea em Misurata, uma cidade costeira. Na semana passada, o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) aprovou uma resolução permitindo ações militares na Líbia para proteger os civis e garantir a existência da zona de exclusão aérea.

O médico disse que nove pessoas foram mortas na manhã de hoje por disparos de atiradores de elite. Entre os mortos estão um médico e quatro crianças. "Os atiradores de elite estão por toda parte em Misurata, atirando em qualquer um que ande, enquanto o mundo está assistindo. Não há proteção para os civis", reclamou a fonte. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
LíbiaataquescriançasmortesMisurata

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.