Forças de paz no Congo matam sete rebeldes, diz ONU

Helicópteros da Organização das Nações Unidas (ONU) mataram sete pessoas em um ataque com foguetes contra rebeldes que tentavam capturar um acampamento do Exército na província do Kivu do Norte, na República Democrática do Congo, disse um porta-voz militar da ONU nesta quarta-feira.

REUTERS

30 de setembro de 2009 | 17h52

A maioria dos soldados do governo sediados em Lwibo, no território de Masisi, havia deixado o acampamento para receber seu salário quando rebeldes das Forças Democráticas para a Libertação de Ruanda (FDLR na sigla em inglês) e combatentes locais da milícia Mai Mai atacaram a base no início da terça-feira.

Autoridades do Exército congolês disseram que oito combatentes inimigos foram mortos no ataque aéreo e no contra-ataque do governo. Um funcionário do Exército morreu dos ferimentos que sofreu na troca inicial de tiros.

(Reportagem de Joe Bavier)

Tudo o que sabemos sobre:
CONGOREBELDESMORTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.