Forças de segurança da Síria recuam na capital

Um grupo ativista afirmou que força de segurança da Síria recuou das ruas de um dos maiores subúrbios da capital, depois de intensos confrontos com desertores do exército que lutam contra o governo.

AE, Agência Estado

22 de janeiro de 2012 | 13h26

O presidente do Observatório Sírio para Direitos Humanos, sediado no Reino Unido, Rami Abdul-Rahman, disse que até a manhã deste domingo, tropas do governo haviam recuado para uma sede provincial e um edifício da agência de segurança no subúrbio de Douma, em Damasco. Ele não tinha informações sobre mortes.

O ativista Mustafa Osso, na Síria, confirmou que forças de segurança abandonaram Douma, mas disse que não tinha informações sobre confrontos.

A região centram de Damasco ficou, durante boa parte dos dez meses de insurreição, sob o rígido controle das forças leais ao presidente Bashar Assad. Mas seus subúrbios têm testemunhado intensos protestos antirregime. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
SíriaconfrontosdesertoresDamasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.