Forças de segurança matam três membros da Al-Qaeda no Iraque

O Ministério do Interior do Iraque anunciou neste domingo a morte de três membros da Al-Qaeda em um tiroteio com as forças de segurança no bairro de Al Wahda, no leste de Bagdá.O porta-voz do ministério, Abdel Karim Khalaf, assegurou em entrevista coletiva que os terroristas se escondiam em uma casa do bairro e que o confronto durou cerca de uma hora.Khalaf disse que os mortos eram membros de um comando que atuava na capital sob as ordens de Abu Yaafar al-Libbi, "um dos líderes da Al-Qaeda no Iraque".Segundo ele, a casa também era usada como uma oficina para a fabricação de artefatos e cinturões explosivos depois utilizados em operações suicidas.O diretor-geral da luta contra os atentados, Jihad al-Jaabari, acrescentou que no local foi encontrada a gravação de um atentado. Na fita, um homem sentado em um carro aperta o botão de um controle remoto e depois diz "Deus é o maior". Em seguida, uma explosão derruba um edifício em Bagdá. Nessa hora, a pessoa que ativou os explosivos fala "Graças a Deus".Segundo Jaabari, o grupo ao qual os três mortos pertenciam foi o responsável pelos atentados das últimas semanas na capital nos quais dezenas de pessoas perderam a vida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.