Forças do governo sírio avançam no noroeste do país

Forças do governo sírio avançaram neste domingo até vilas do noroeste da Síria, nas proximidades da fronteira com a Turquia, revertendo o resultado de uma ofensiva rebelde de três meses na região costeira.

Agência Estado

15 de junho de 2014 | 08h09

Facções rebeldes islâmicas lançaram um ataque surpresa à província de Latakia em março, assumindo do controle de uma série de vilas. Os militares, nervosos com a incursão num reduto de apoio ao governo, enviaram reforços para conter o avanço rebelde e, eventualmente, reverter a situação.

Neste domingo, os militares avançaram pela vila de Kassab, após capturar a aldeia costeira de Samra com o apoio de combatentes do grupo militante libanês Hezbollah, informou Rami Abdurrahman, diretor do Observatório Sírio pelos Direitos Humanos, sediado em Londres.

A emissora de televisão Al-Ikhbariya , que é partidária do governo sírio de Bashar Assad, informou que tropas "retomaram a segurança e a estabilidade na região de Kassab, mas não forneceu mais detalhes. Unidades de engenharia retiravam minas e desmontavam armadilhas na área, disse a emissora.

Kassab é uma vila predominantemente armênia, localizada a menos de dois quilômetros da fronteira com a Turquia. A maioria dos moradores de Kassab fugiu para o sul, para territórios dominados pelo governo, depois que rebeldes invadiram a região em março.

Latakia é um reduto da minoria muçulmana alawita, da qual Assad faz parte. Os alawitas são um ramo do islamismo. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Síriaviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.