Forças do regime matam 9 na Síria, dizem observadores

Cessar-fogo deveria ter entrado em vigor no dia 12 de abril, mas o acordo é quebrado diariamente

Agência Estado

13 Maio 2012 | 12h41

As forças do regime da Síria enfrentaram rebeldes e realizaram incursões pelo país neste domingo em novos episódios de violência que deixaram nove mortos, disseram observadores, enquanto o acordo de cessar-fogo apoiado pela Organização das Nações Unidas (ONU) entra em seu segundo mês.

O recente derramamento de sangue e os confrontos ocorrem no momento em que a missão da ONU na Síria informa que atualmente possui 176 observadores militares no território, menos que os 300 planejados.

Os observadores têm a tarefa de apoiar o cessar-fogo conduzido pelo enviado da Liga Árabe e da ONU, Kofi Annan. O cessar-fogo deveria ter entrado em vigor no dia 12 de abril, mas o acordo é quebrado diariamente. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
Síria violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.