Forças dos EUA matam 64 rebeldes em Najaf

Soldados dos Estados Unidos travaram uma batalha, com milicianos durante a noite, próximo à cidade xiíta de Najaf, matando 64 rebeldes e destruindo um sistema de baterias anti-aéreas. Este foi um dos combates mais intensos com a mílicia, enquanto as forças norte-americanas tentam aumentar a pressão contra os iraquianos leais ao clérigo radical xiíta Muqtada al-Sadr. Os militares dos EUA ocupam a antiga base dos espanhóis em Najaf, a 160 quilômetros ao sudoeste de Bagdá, mas prometem ficar longe dos lugares santos xiítas, no centro da cidade. FalujaEm Faluja, apesar do cessar-fogo que estava em vigor, cerca de 150 rebeldes atacaram ontem os norte-americanos, que reponderam com helicópteros e aviões bombardeando a cidade. Durante o combate os marines destruíram um minarete usando um tanque. Segundo eles a mesquita, onde estava o minarete, estava sendo usada como base pelos insurgentes. Um soldado americano e oito militantes iraquianos morreram.A união entre as patrulhas do Iraque e dos Estados Unidos para tentar retomar o controle da cidade, que deveria começar nesta terça-feira, foi adiada Segundo as forças norte-americanas os fuzileiros navais ainda estão escolhendo e treinando os policiais e as forças de defesa iraquianos que devem trabalhar com eles.A partir desta terça-feira, qualquer iraquiano visto carregando armas em Falluja ? e que não faça parte das forças de defesa ? será considerado um rebelde e poderá ser atacado, disseram os fuzeiros navais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.