Forças iranianas atacam posições curdas no norte do Iraque

A artilharia iraniana disparou mais de 180 projéteis contra bases rebeldes curdas no norte do Iraque, informou neste domingo o governo iraquiano. Os projéteis caíram perto do povoado iraquiano de Haj Omran, a cerca de 5 quilômetros da fronteira com o Irã, afirmou o ministro da defesa do Iraque. Não há informações de mortes. O Irã lançou um ataque similar contra os curdos na mesma área em 21 de abril, sem causar nenhuma baixa ou danos, segundo disseram funcionários curdos. Os rebeldes curdos que lutam contra as forças iranianas estão ativos nos últimos tempos, atacando posições do exército iraniano e da Guarda Revolucionária. O Irã afirma que os rebeldes, conhecidos como Pejak, estão vinculados ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), que luta há 15 anos contra a Turquia, e propõem um governo autônomo ao sudeste do país - habitado por uma maioria curda. Recentemente a Turquia enviou mais de 30 mil soldados ao sudeste - fronteira com o Iraque e o Irã -, a fim de combater os guerrilheiros curdos e impedir que cruzem a fronteira. A decisão foi tomada após rebeldes curdos matarem dois soldados turcos e ferirem outro em um ataque com granadas contra um posto militar. O ataque aumentou para 17 o número de soldados mortos em combates desde o início do ano.

Agencia Estado,

30 Abril 2006 | 14h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.