AP Photo/Khalid Mohammed
AP Photo/Khalid Mohammed

Forças iraquianas e tropas curdas fecham acordo de cessar-fogo de 24 horas

Primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, mandou hoje "deter o movimento das forças militares durante 24 horas

O Estado de S.Paulo

27 Outubro 2017 | 14h46

BAGDÁ - As tropas curdas e as forças iraquianas assinaram nesta sexta-feira um acordo de cessar-fogo nas frentes abertas nas áreas disputadas entre o Executivo em Bagdá e Erbil, segundo disse à Agência Efe o dirigente do partido União Patriótica do Curdistão (PUK), Gayaz al Suryi.

+Premiê do Iraque rejeita proposta curda de congelar referendo

As forças iraquianas e curdas - conhecidas como "peshmergas" - chegaram a um acordo de cessar-fogo de 24 horas para que líderes curdos e iraquianos comecem as conversas, que serão centradas no controle das áreas disputadas.

Segundo Suryi, as duas partes falarão sobre a entrega ao governo iraquiano do posto de fronteira Faysh Khabur, entre a Síria e o Iraque, e sobre a situação de segurança na cidade de Zummar, no oeste do Iraque, mas não detalhou quando esse encontro acontecerá.

O primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, mandou hoje "deter o movimento das forças militares durante 24 horas para permitir que uma equipe técnica das forças federais e da região do Curdistão trabalhem no terreno", segundo um comunicado do seu escritório de imprensa.

Esta pausa nas operações militares foi determinada "para verificar como se posicionarão as forças iraquianas em todas as áreas disputadas, assim como em Faysh Jabur e nos cruzamentos internacionais, a fim de impedir o confronto e o derramamento de sangue dos filhos da pátria", acrescenta a nota. / EFE

Mais conteúdo sobre:
Iraque [Ásia]Síria [Ásia]

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.