Forças israelenses matam 10 manifestantes em Gaza

Forças israelenses atiraram um míssil, quatro obuses e abriram fogo de metralhadora para deter uma multidão de manifestantes palestinos, matando pelo menos 10 crianças e adolescentes que participavam do protesto. Outras 50 pessoas ficaram feridas. Um porta-voz do Exército israelense disse que os disparos foram dirigidos a um prédio abandonado - e não contra a multidão - para tentar deter a passeata de 3.000 pessoas contra as operações militares conduzidas por Israel no campo de refugiados de Rafa. Mas testemunhas afirmam que pelo menos uma detonação ocorreu em meio aos manifestantes. Fontes do governo israelense disseram que altas autoridades iniciaram uma reunião de emergência para avaliar o incidente. Imagens da Associated Press Television News mostram a multidão marchando por uma rua larga quando uma explosão irrompe em seu meio. O médico Moawiya Hassanain, um alto funcionário do Ministério da Saúde palestino, disse que 23 dos feridos estão em estado crítico e outros 13 em situação ?desesperadora?. Todos os mortos e a maioria dos feridos são menores de idade, segundo ele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.