Forças paquistanesas matam 25 militantes tribais

Forças de segurança paquistanesas atacaram esconderijos de militantes tribais acusados de explodir gasodutos e atacar oficiais no sudoeste do país, matando 25 suspeitos, informam fontes oficiais. As forças de segurança também encontraram um depósito de armas, incluindo foguetes, minas terrestres e munição na operação de dois dias realizada perto de Sui, a 350 quilômetros de Quetta, disse à agência Associated Press o ministro do Interior, Aftab Khan Sherpao. Sem dar mais detalhes, ele classificou a operação como um "grande sucesso".Segundo um porta-voz do governo do Baluquistão, os militantes executados seriam seguidores de Nawab Akbar Bugti, que comanda a insurgência em várias partes da província. Não houve baixas entre as forças de segurança, segundo o porta-voz.Os insurgentes tentam forçar o governo a aumentar os royalties da extração de gás natural da região, para melhorar as condições de vida da população local. O governo diz que controla a situação no Baluquistão, mas a tensão continua na província.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.