Forças pró-Rússia tomam 2 navios ucranianos na Crimeia

Forças pró-Rússia assumiram o controle de dois navios de guerra ucranianos nesta quinta-feira na Crimeia, após a Ucrânia ter reiterado que suas tropas estão sendo ameaçadas na região. As tensões permanecem elevadas na península apesar da libertação de um comandante naval ucraniano que havia sido detido.

AE, Agência Estado

20 de março de 2014 | 12h49

A tomada da corveta ucraniana Khmelnitsky em Sebastopol teve disparos de tiros, mas nenhum ferido, relatou um fotógrafo da AP que estava no local. Outro navio, o Lutsk, também foi cercado por forças pró-Rússia. O Ministério da Defesa da Ucrânia ainda não havia se manifestado sobre os incidentes.

Mais cedo, o vice-ministro da Defesa da Ucrânia, Leonid Polyakov, acusou tropas russas de ameaçar constantemente invadir bases militares onde soldados ucranianos estavam instalados, de acordo com a agência de notícias Interfax. Em Genebra, o embaixador da Ucrânia nas Nações Unidas, Yuri Klymenko, alertou sobre a deterioração das relações entre os dois vizinhos, afirmando que a Rússia parece estar se preparando para uma "invasão militar" a outras áreas ucranianas. Klymenko disse que há "indicações de que a Rússia está no caminho de desencadear uma invenção militar no leste e sul da Ucrânia". Ele disse que sua declaração se baseava em relatos de organizações não-governamentais. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.