Forças russas matam líder de milícia e outras 2 pessoas

As forças de segurança da Rússia mataram três pessoas em uma ação na região do Daguestão, no norte do Cáucaso, informaram hoje oficiais russos. Dois militantes e um cúmplice foram mortos durante a ação, em uma residência perto de Buinaksk, no Daguestão, incluindo o líder da milícia Nabi Migitdinov, informou o Comitê Nacional Antiterror (NAC, na sigla em inglês) à Interfax.

NALU FERNANDES, Agência Estado

12 de dezembro de 2010 | 16h02

Migitdinov está envolvido em diversos ataques, incluindo a um posto policial e a uma sauna em Buinaksk, cidade a 40 quilômetros da capital do Daguestão, Makhachkala, que matou 11 pessoas em agosto, disse o NAC. O dono da casa foi morto com os dois militantes depois que as negociações não avançaram, acrescentou o NAC. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.