AP
AP

Forças sírias entram em confronto com manifestantes

Observatório Sírio de Direitos Humanos disse que 24 manifestantes ficaram feridos

AE, Agência Estado

30 de dezembro de 2011 | 10h51

NICÓSIA - Forças de segurança sírias dispararam nesta sexta-feira, 30, bombas com pregos para dispersar dezenas de milhares de manifestantes no subúrbio de Douma, nas proximidades de Damasco. Segundo ativistas, os manifestantes responderam jogando pedras.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos, sediado em Londres, disse que 24 manifestantes ficaram feridos quando as forças de segurança dispararam "bombas com pregos para dispersar dezenas de milhares de manifestantes em Douma".

"Um ativista da cidade disse ao Observatório que ele ficou ferido por destroços dessas bombas", informou o grupo em comunicado recebido pelo escritório da agência France Presse em Nicósia, capital do Chipre.

A informação sobre o uso de bombas com pregos não pôde ser verificada.

Segundo o Observatório, os manifestantes "lançaram pedras" contra as forças de segurança nas proximidades da prefeitura da cidade quando dispararam granadas de efeito moral e gás lacrimogêneo contra eles.

Segundo o Observatório, mais de 60 mil sírios foram para as ruas de Douma e estavam se dirigindo para a prefeitura quando teve início o confronto.

"Entre 60 mil e 70 mil manifestantes estão se dirigindo para a prefeitura", informou o grupo, afirmando que foi "o maior protesto" ocorrido no subúrbio do norte de Damasco desde março.

 

As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.