Forças sírias matam 7 perto de cidade fronteiriça

Ativistas de direitos humanos afirmaram ontem que pelo menos sete pessoas foram mortas por forças de segurança sírias em uma cidade no oeste do país. Testemunhas disseram que elas teriam morrido após "ataques indiscriminados" de militares em Talkalakh, cidade localizada nas proximidades da fronteira com o Líbano.

, O Estado de S.Paulo

16 de maio de 2011 | 00h00

De acordo com as mesmas fontes, os mortos seriam duas mulheres e cinco homens, executados por forças pró-governo em quatro bairros da cidade. Desde a última sexta-feira, centenas de sírios deixaram Talkalakh após forças de segurança lançarem ofensivas para reprimir manifestações em favor de reformas democráticas. Em todo o país, mais de 700 pessoas já morreram, em dois meses de protestos contra o regime do presidente Bashar Assad, de acordo com organizações de defesa de direitos humanos. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.