Forças ucranianas matam ao menos 20 separatistas pró-Rússia em Mariupol

Confrontos em cidade da região de Donetsk também deixaram um policial morto

O Estado de S. Paulo,

09 Maio 2014 | 11h00

Prédio da polícia pega fogo após confrontos - Foto: Marko Djurica/Reuters

KIEV - Pelo menos 20 separatistas pró-Rússia foram mortos por forças ucranianas em Mariupol, na região de Donetsk, nesta sexta-feira, 9. Os confrontos começaram quando cerca de 50 separatistas atacaram a sede da polícia.

Segundo o ministro do Interior, Arsen Avakov, um policial morreu, cinco ficaram feridos e quatro separatistas foram detidos. "Grande parte dos rebeldes desapareceram na cidade abandonando as armas. O edifício (da polícia) está em chamas", afirmou Avakov em sua conta no Facebook.

A polícia local na região de Donetsk, no leste do país, centro de uma rebelião pró-Rússia contra o governo central em Kiev, disse que não poderia comentar o assunto. As forças ucranianas levaram vários carros blindados para a cidade, um grande centro industrial e de transporte marítimo, com uma população de cerca de meio milhão de pessoas./ EFE e REUTERS

 

Mais conteúdo sobre:
crise na Ucrânia Mariupol Rússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.