Andrea Comas/Reuters
Andrea Comas/Reuters

Formação católica dificulta relação com os jovens

Com pouca experiência internacional, Rajoy deve se aliar aos principais líderes europeus

O Estado de S.Paulo

21 de novembro de 2011 | 03h01

MADRI - Mariano Rajoy nasceu em Santiago de Compostela, na região da Galícia, no norte da Espanha. Filho e neto de juristas e criado em uma família católica tradicional, ele se apresenta como "moderado, patriota e independente". Aos 56 anos, é casado e tem dois filhos. Formado em Direito, entrou na política aos 26 anos e foi eleito para diversos cargos em sua província antes de se mudar para Madri, na década de 80.

Veja também:

link Espanhóis esperam mudança política mais importante da última década

linkCOBERTURA ESPECIAL: As eleições na Espanha

Entre 1996 e 2004, trabalhou no governo de José María Aznar, chegando a ocupar o posto de ministro do Interior. Indicado para a sucessão do colega de partido, Rajoy era apontado como favorito até três dias antes das eleições de 2004, quando um atentado no metrô de Madrid desencadeou uma reviravolta nas eleições.

Após uma nova derrota, em 2008, Rajoy conduziu o conservador Partido Popular (PP) ao centro, se diferenciando de outros líderes da legenda.

Com pouca experiência internacional e um inglês limitado, ele deve se aliar aos principais líderes europeus no gerenciamento da atual crise do euro. Na política interna, seu perfil moderado foi fundamental nos últimos anos para que ele firmasse acordos com os rivais socialistas no cambate à crise.

Mas em relação a temas sociais ele mostrou forte oposição ao governo de José Luis Zapatero. Rajoy foi contra a aprovação da lei de liberalização do aborto e já anunciou que pensa em modificá-la. Também se declarou contrário ao casamento homossexual.

Em sua biografia, Rajoy apresenta-se como um dirigente "firme e previsível", em oposição à "inconsistência e frivolidade" atribuídas a Zapatero.

Torcedor do Real Madrid e fã de ciclismo, ele se define como um bom pai de família. "Do meu pai, herdei um sentido muito marcado pelo respeito às regras e pela justiça."

Sua formação católica tradicional é apontada como um dos fatores que mais pode dificultar sua relação com os jovens espanhóis, frustrados com o alto desemprego. Rajoy ainda desdenha o movimento dos indignados. / AFP e REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
Mariano RajoyEspanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.