Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Formação de governo de unidade será adiada, diz premier

Os palestinos não devem chegar a um acordo para a formação de um governo de unidade nacional antes do final da próxima semana, afirmou na segunda-feira, 5, o primeiro-ministro palestino, Ismail Haniyeh, membro do grupo islâmico Hamas. O governo, cuja formação foi acertada pelo Hamas e pela facção Fatah depois de negociações realizadas em Meca, Arábia Saudita, no dia 8 de fevereiro, deveria estar pronto no final da semana passada. "Não chegamos ao final do processo de consultas para formar o governo e vamos anunciar a composição dele no final da próxima semana", afirmou Haniyeh em um encontro do gabinete dele realizado na cidade de Gaza. O premiê referia-se a suas negociações com o presidente palestino, Mahmoud Abbas, do Fatah. Segundo Haniyeh, seriam realizados mais dois dias de conversações com Abbas. O premier ressaltou, porém, que mais tempo seria necessário depois disso. O dirigente não citou quais as questões ainda pendentes. Outras autoridades afirmaram que os dois lados ainda tinham de chegar a um acordo sobre quem ficaria no comando do Ministério do Interior, órgão responsável por comandar as forças de segurança palestinas. Forças leais à Fatah e ao Hamas enfrentavam-se esporadicamente nas ruas de Gaza antes do acordo firmado em Meca, responsável por fazer a violência diminuir. Mas ambos grupos deram prosseguimento a seus planos de expansão, disseram autoridades palestinas e de países ocidentais. Há muita desconfiança entre os dois lados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.