Dmitry Serebryakov/AFP
Dmitry Serebryakov/AFP

Forte nevasca provoca mais de 150 cancelamentos e atrasos de voos em Moscou

Aeroporto mais afetado foi o de Sheremetievo, um dos três da capital russa

O Estado de S.Paulo

04 Dezembro 2017 | 08h00

MOSCOU - Mais de 150 voos foram cancelados ou sofreram atrasos nos aeroportos de Moscou devido a uma intensa nevasca que começou ontem e continuará durante esta segunda-feira, 4, segundo informou o Serviço de Hidrometeorologia da Rússia (SHR).

+ 100 anos após revolução, Rússia se enfraquece

O aeroporto mais afetado foi o de Sheremetievo, onde opera a Aeroflot, principal companhia aérea da Rússia, que anunciou o cancelamento de 30 voos programados para hoje, além de vários atrasos. Em Domodedovo, outra dos terminais aéreos da capital russa, foram registrados atrasos em mais de 70 chegadas devido aos trabalhos para tirar a neve das pistas.

+ Há um século: Moscou é a nova capital da Rússia

Segundo o SHR, as nevascas, já com menor intensidade, continuarão durante toda a semana e serão acompanhadas de uma queda das temperaturas, chegando a até 12 graus abaixo de zero na próxima sexta-feira.

Os meteorologistas advertiram que durante o dia podem cair até 9 milímetros de precipitações, o que representa mais de 15% da quantidade habitual para um mês de dezembro.

As nevascas também complicaram o trânsito na capital russa e obrigaram a Câmara Municipal a mobilizar mais de 10 mil máquinas para remover a neve e liberar as ruas e calçadas da cidade. / EFE

Mais conteúdo sobre:
RússiaMoscou [Rússia]

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.