Forte onda de calor atinge a Europa

Uma forte onda de calor chegou à Europa em meio ao verão do hemisfério norte, obrigando turistas a procurarem abrigo, enquanto autoridades da Inglaterra e da Romênia tentam limitar os danos causados pela seca. Em Paris, os termômetros atingiram 33ºC nesta terça-feira, fazendo a festa dos vendedores de água e sorvete. A turista americana Amanda Movahhed tentava amenizar o calor molhando os pés numa fonte em frente ao Museu do Louvre.O calor desse verão não se limita aos países mediterrâneos. Alemanha, Inglaterra e alguns países bálticos experimentam temparaturas altas. Alguns locais terão algum alívio nos próximos dias. Há previsões de fortes chuvas no oeste da França e no sudoeste da Inglaterra.Na Itália, porém, as autoridades analisam a adoção de medidas emergenciais para lidar com a seca que, há algumas semanas, assola o norte do país. Meteorologistas prevêem que as altas temperaturas e a falta de chuvas persistirão até agosto na região.Em Roma, fala-se em racionamento de água. A Itália sofreu interrupções no fornecimento de energia. As usinas situadas ao longo do Rio Pó - em seu menor nível nas últimas décadas - estão sem água para movimentar as turbinas.Não é só o Pó que se encontra abaixo do nível normal. O Reno está em seu menor nível em cinco anos e as embarcações do Danúbio correm risco de atolar na Romênia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.