Forte tempestade solar chega à Terra

Fenômeno pode provocar falhas em redes elétricas e satélites de GPS, e desviar rotas de aviões ao longo do dia.

BBC Brasil, BBC

08 de março de 2012 | 05h12

Uma forte tempestade solar deve atingir a Terra nesta quinta-feira, com potencial para afetar redes elétricas, satélites de navegação GPS e rotas de aviões.

A tempestade - a mais forte dos últimos cinco anos - vai liberar uma grande carga de partículas entre as 3h e 7h da manhã, no horário de Brasília, segundo especialistas em meteorologia dos Estados Unidos.

De acordo com eles, a tempestade foi provocada por grandes explosões que ocorreram no começo da semana. O efeito maior será sentido nos polos do planeta. Aviões que passam por essas regiões precisarão desviar suas rotas.

As partículas solares chegarão à Terra a 6,4 milhões de quilômetros por hora, segundo o centro meteorológico americano US National Oceanic and Atmospheric Administration (Noaa, na sigla em inglês).

Imagens das regiões do Sol onde as explosões ocorreram revelam uma complexa rede de manchas, indicando que há quantidades enormes de energia magnética.

Outras tempestades magnéticas foram observadas nas últimas décadas. Uma explosão solar enorme, em 1972, paralisou as linhas telefônicas do Estado americano de Illinois. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.