Forte terremoto atinge a China a três dias da Olimpíada

Em maio, um terremoto de magnitude 7,9 ocorreu na mesma região chinesa e matou ao menos 70 mil pessoas

Agências internacionais,

05 de agosto de 2008 | 07h46

Um terremoto de magnitude 6, com potencial de causar destruição, atingiu Sichuan e Gansu, na China, às 6h49 (horário de Brasília) desta terça-feira, 5, informou o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês). Segundo a imprensa local, uma pessoa morreu e outras 23 ficaram feridas. O epicentro do tremor ocorreu a 1.253 quilômetros de Pequim, onde será disputada a Olimpíada a partir de sexta-feira.   Veja também:  Leia mais notícias sobre as Olimpíadas de Pequim   O terremoto ocorreu no fim da tarde de terça-feira, pelo horário local, apenas algumas horas depois de a tocha olímpica ter passado por Chengdu, a capital de Sichuan, na última escala antes da abertura oficial dos Jogos.O abalo sísmico ocorreu menos de três meses depois de um terremoto de 7,9 graus na escala Richter ter devastado Sichuan, deixando mais de 70 mil mortos e 5 milhões de desabrigados.   Um terremoto na casa dos seis graus na escala Richter é capaz de causar extensos danos, mas isso depende de uma série de fatores, como a profundidade do tremor e a distância entre o epicentro e áreas de grande densidade demográfica. O tremor ocorreu a apenas dez quilômetros de profundidade e a 48 quilômetros da cidade de Guangyuan, em Sichuan, de acordo com os sismógrafos da entidade americana.   Texto atualizado às 13h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.