Forte terremoto atinge o leste da Rússia

Um forte terremoto sacudiu uma região pouco povoada do extremo leste da Rússia nos primeiros minutos desta sexta-feira. O abalo danificou algumas edificações e obrigou os moradores de pequenos vilarejos a passar a noite ao relento, aquecidos por fogueiras. Pelo menos 31 pessoas ficaram feridas. Não há informações sobre mortos. Helicópteros de reconhecimento sobrevoavam a área afetada para constatar os danos. Cerca de 300 agentes humanitários foram enviados à região para distribuir tendas, cobertores, aquecedores, geradores e suprimentos e para ajudar a restabelecer as comunicações. Os danos externos às casas e prédios da região pareciam ser mínimos, apesar da força do terremoto, mas a temperatura inferior a dez graus negativos gerou preocupação aos eventuais desabrigados, que ficariam sem aquecimento. O Instituto de Geologia dos Estados Unidos e a Agência de Meteorologia do Japão informaram que o abalo sísmico atingiu a Península de Kamchatka e alcançou 7,7 graus na escala Richter. A costa russa do Oceano Pacífico situa-se no extremo de uma placa tectônica e a incidência de terremotos e erupções vulcânicas é relativamente comum ali.

Agencia Estado,

21 Abril 2006 | 18h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.