Forte terremoto deixa 1 morto no oeste da China

Um forte terremoto foi registrado numa região pouco povoada e montanhosa do oeste da China neste sábado, matando pelo menos uma pessoa e provocando apenas danos leves às construções, informaram funcionários do governo e meios de comunicação estatais.

Estadão Conteúdo

22 de novembro de 2014 | 10h09

O Centro de Pesquisa Geológica dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês) informou que tremor, de magnitude 5,9, ocorreu a uma profundidade de 14,6 quilômetros, no final da tarde deste sábado (horário local), a cerca de 30 quilômetros da cidade de Kangding, na província de Sichuan. A agência sismológica da China informou que o terremoto teve magnitude de 6,3.

Uma mulher na faixa dos 70 anos morreu após ser atingida pelos vidros de uma janela, informou a agência oficial de notícias Xinhua e a emissora de televisão estatal CCTV.

Um funcionário em serviço do condado de Kangding, que identificou-se apenas pelo sobrenome Xia, disse que o terremoto durou apenas alguns segundos e que houve alguns relatos de rachaduras nos prédios e queda de muros e paredes. A área é frequentemente atingida por terremotos.

Segundo Xia, os prédios recém-construídos na cidade de Kangding devem ser capazes de suportar tremores de magnitude até 8, embora as exigências sejam menos rígidas nas áreas rurais ao redor.

Wang Dan, porta-voz da prefeitura de Ganzi, subordinada ao condado de Kangding, disse que equipes de resgate já foram enviadas para o epicentro do tremor. Segundo ele, o fornecimento de eletricidade para o local não foi interrompido e não há problemas com transportes e comunicação, além de não ter havia danos graves aos prédios da cidade de Kangding. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Chinaterremotooeste

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.