Fortes nevascas deixam seis mortos nos Bálcãs

Temperaturas muito frias e fortes nevascas mataram pelo menos seis pessoas e provocaram caos na região dos Bálcãs, onde equipes de resgate se esforçam para salvar passageiros presos em ônibus e carros neste domingo. Autoridades disseram que quatro pessoas morreram na Croácia e duas na Sérvia como resultado do fenômeno meteorológico, que também fechou aeroportos e rodovias.

AE-AP, Agência Estado

09 de dezembro de 2012 | 13h37

O primeiro-ministro e ministro do Interior da Sérvia, Ivica Dacic, ordenou que todos os policiais disponíveis participassem das operações de resgate. Na Croácia, o aeroporto da capital, Zagreb, ficou fechado por várias horas no sábado e algumas rodovias estão bloqueadas. A situação na Croácia melhorou neste domingo, mas um alerta para que as pessoas não dirijam permanece em vigor.

Uma mulher deu à luz um bebê saudável dentro de um caminhão que ficou preso na neve a caminho do hospital na Sérvia. A criança recebeu o nome de Snezana, ou Neve Branca, em sérvio, segundo informações da televisão estatal. Autoridades sérvias e croatas pediram que as pessoas permaneçam em locais fechados. Também houve nevasca na Eslovênia e na Bósnia. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
nevascatemperaturaresgate

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.