Fortes tempestades na China deixam mais de 260 mil desabrigados

Região central do país asiático foi atingida por chuvas intensas durante a semana

O Estado de S.Paulo

01 Julho 2017 | 02h50

PEQUIM - Mais de 260 mil pessoas tiveram que abandonar suas casas devido às tempestades e chuvas que castigaram a província de Hunan, no centro da China durante a semana, informou neste sábado, 1º de julho, a agência de notícias estatal Xinhua

A agência informou que um dique de 20 metros que continha as águas de um afluente do rio Zijiang se rompeu na madrugada devido à pressão da água acumulada pelas chuvas nos últimos dias.

Um dos lugares mais afetados é a cidade de Huaihua, onde 58 mil pessoas deixaram suas casas por conta de inundações. Outras 28 mil tiveram que abandonar seus lares no distrito de Pingjiang após chuvas de mais de 200 milímetros na sexta. 

Além dos grupos de resgate, as autoridades mobilizaram 500 soldados para ajudar nos trabalhos para reforçar os diques e evitar novos transbordamentos. / EFE

Mais conteúdo sobre:
China PEQUIM

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.