Foto de jovens libaneses em Beirute destruída é premiada

Uma imagem de jovens libaneses dirigindo nas vizinhanças de Beirute devastada por ataques israelenses, registrada pelas lentes do americano Spencer Platt, ganhou o prêmio de Foto do Ano do concurso World Press Photo 2007, considerado um dos mais prestigiadas pelos foto-jornalistas. O resultado foi anunciado pelo júri da premiação nesta sexta-feira.A imagem mostra o contraste de cinco jovens passeando em um conversível em frente aos destroços de um prédio na capital do Líbano. Quatro deles usam óculos escuros. Uma das garotas usa um celular para, possivelmente, fotografar o desastre, enquanto as outras observam, atônitas, a destruição causada pelos ataques.A foto foi tirada em 15 de agosto de 2006, no primeiro dia após o cessar-fogo entre Israel e o Hezbollah, quando centenas de libaneses começaram a voltar para casa. Platt a tirou quando trabalhava para a agência Getty Images. Ela também ganhou na categoria Vida Cotidiana.Uma das juradas Michele McNally, do New York Times, afirmou que "este é o tipo de foto que você não consegue parar de olhar"."Tem a complexidade e a contradição da vida real. Ela te faz olhar além do óbvio", afirmou a jurada no anúncio dos vencedores.Platt receberá 10 mil euros (cerca de R$ 28 mil) pelo prêmio em cerimônia no dia 22 de abril deste ano.Os organizadores confirmaram que 4.460 profissionais, de 124 países, se inscreveram, enviando 78.083 imagens para a competição. Fotógrafos de 23 países levaram prêmios em dez categorias.CategoriasNa categoria Destaque, o fotógrafo Akintunde Akinleye, da Reuters, registrou um homem se limpando depois de uma explosão em Lagos, Nigéria, em 26 de dezembro. Já na categoria Notícias Gerais, o premiado foi o italiano Davide Monteleone, com a imagem Contrasto, sobre a destruição do Líbano depois dos ataques de Israel, em julho de 2006.O italiano Paolo Pellegrin, da Magnum Photos, ganhou em Noticias em Destaque com a imagem de uma vítima dos lança-mísseis israelenses, no Líbano, em agosto. Já o fotógrafo húngaro Zsolt Szigetvary venceu na categoria Notícias em Destaque pelas revoltas em Budapeste, em setembro e outubro.O fotógrafo da Associated Press David Guttenfelder venceu na categoria Vida Cotidiana com uma série preto-e-branco chamada de O Homem Solitário, registrada em Tóquio.Outro fotógrafo da AP, Oded Balilty, levou o primeiro prêmio em Pessoas em Destaque com a imagem de uma israelense medindo forças com um oficial das Forças de Segurança do país.Na categoria de Esporte em Ação, o clique do jogador francês Zinedine Zidane dando uma cabeçada no italiano Marco Materazzi na final da Copa do Mundo da Alemanha deu o prêmio ao alemão Peter Schols.Dentre as agências de fotografias mais premiadas, a AP ficou em primeiro, com seis de seus fotógrafos recebendo prêmios. Em seguida aparece a Reuters, com cinco, e a Getty Images, com quatro.Matéria ampliada às 11h24 para acréscimo de informações

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.