Fotógrafo brasileiro é ferido de raspão na cabeça

O fotógrafo brasileiro Joel Silva, enviado do jornal Folha de S. Paulo ao Egito, foi ferido ontem de raspão na cabeça por um disparo de arma de fogo. O episódio aconteceu logo no início dos confrontos entre os manifestantes islamistas e a polícia, na Praça Ramsés, centro do Cairo.

O Estado de S.Paulo

17 Agosto 2013 | 02h01

Ao Estado, Joel afirmou que por volta de 14h30 procurou se proteger do tiroteio sob um dos viadutos da região. Ele presume que uma bala ricocheteou na estrutura de concreto e atingiu sua testa, num espaço "de dois dedos" entre sua câmera e seu capacete. "Senti apenas o tranco na cabeça. Aí um egípcio pegou um pedaço de projétil que estava no chão e apontou para a minha cabeça, que começava a sangrar", disse. O incidente deixou "inchaço e dor de cabeça".

Três jornalistas foram mortos desde quarta-feira na cobertura. O Itamaraty chamou o embaixador egípcio para expressar preocupação com a segurança, em especial a de brasileiros. / A.N.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.