Fotógrafo espanhol é seqüestrado na Faixa de Gaza

Emilio Fernández Morenatti, fotógrafo espanhol que trabalha para uma agência de notícias americana foi seqüestrado quando saía de um edifício na Cidade de Gaza, informaram fontes locais.Emilio, que trabalhou para a agência Efe, nos últimos anos tinha um contrato provisório com a agência Associated Press. Ele estava há pelo menos um ano cobrindo o conflito palestino-israelense após um ano no Afeganistão.Aparentemente quatro homens armados esperavam o fotógrafo, de 37 anos, na entrada do prédio onde ele tinha passado a noite. Ele foi levado num carro, por volta das 6h (1h de Brasília).Os seqüestros de estrangeiros, principalmente jornalistas, na Faixa de Gaza têm sido relativamente freqüentes nos últimos dois anos. Em poucos casos o refém permaneceu cativo mais do que alguns dias e em nenhuma ocasião sofreu danos físicos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.