Fotógrafo mexicano retrata devastação e sofrimento na Síria

Javier Manzano vem retratando país desde agosto; para ele, conflito já se transformou 'em um massacre, uma carnificina'.

BBC Brasil, BBC

19 de outubro de 2012 | 06h06

O dia-a-dia do conflito

As imagens do fotógrafo mexicano Javier Manzano são um retrato da devastação e do sofrimento provocados pelo conflito na Síria.

Para Manzano, que começou a documentar os protestos e a repressão no país em agosto, o conflito já se transformou "em um massacre, uma carnificina".

Muitas das fotos foram tiradas em incursões do fotógrafo com os integrantes do grupo rebelde Exército Livre da Síria em Aleppo, a segunda principal cidade do país, transformada em um campo de batalha crucial no conflito entre os rebeldes e o governo do presidente Bashar al-Assad.

São imagens de combatentes, da destruição em geral provocada pelos confrontos e dos civis que, segundo Manzano, sofrem com o fardo da guerra, não importa de que lado estejam. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.