Fox e Fidel, juntos em Havana

Demonstrando habilidade em lidar com as pressões políticas, provando que pode apoiar o estilo de democracia dos EUA sem, contudo, ser controlado por Washington, o presidente do México, Vicente Fox, concluiu sua primeira visita oficial a Cuba, onde reuniu-se longamente com o líder cubano Fidel Castro e teve um breve encontro com líderes comunistas de oposição. "Estamos satisfeitos com a visita", disse o ministro de Relações Exteriores de Cuba, Felipe Perez Roque, aos jornalistas no aeroporto depois que o avião de Fox deixou a ilha. Cuba e México concordaram sobre a necessidade de aumentar o comércio e outras relações entre os dois países e "concordamos sobre o respeito à soberania", disse Perez Roque. Ele também indicou que Cuba estava especialmente satisfeito com a "categórica afirmação" do México que não irá apoiar a próxima votação na ONU para condenar Cuba por seu histórico de direitos humanos. O ministro cubano não mencionou o encontro de quase uma hora de Fox com sete dos mais conhecidos dissidentes do regime de Fidel Castro da ilha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.