Fragata alemã desarma e captura piratas na Somália

Suspeitos tiveram que ser liberados, pouco depois, por falta de provas de envolvimento com a atividade

Efe,

20 de agosto de 2009 | 04h18

A fragata alemã Bremen capturou nesta quarta-feira, 19, no golfo de Áden, perto da costa da Somália, um bote ocupado por supostos piratas, que foram desarmados. Mas após a captura, o navio alemão teve que pôr em liberdade os homens por não ter prova de seu envolvimento em atividades piratas.

 

Um porta-voz do Ministério da Defesa alemão informou nesta quinta-feira, 20, que as forças a bordo do Bremen encontraram no bote capturado, ocupado por seis pessoas, vários fuzis do tipo AK-47 Kalaschnikov, granadas e explosivos.

 

Os militares alemães deixaram os supostos piratas com combustível suficiente apenas para chegar à costa da Somália, como explicou o porta-voz do Ministério.

Tudo o que sabemos sobre:
Somáliapiratas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.