Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

França acusa iranianos de ligação com o terrorismo

A Justiça da França acusou neste sábado 10 membros do grupo extremista iraniano Mujahedin do Povo sob suspeita de ligação com o terrorismo. Entre os investigados estão a mulher e o irmão do líder do grupo Massud Radjavi, a quem os Estados Unidos e o governo do Irã acusam de ser protegido do ex-presidente iraquiano Saddam Hussein. A prisão de mais de 160 iranianos desencadeou uma forte onda de protesto em toda a Europa, com exilados iranianos colocando fogo em suas roupas. Até agora, oito simpatizantes tentaram o suicídio pelo fogo (em Paris, Berna, Roma e Londres). Um deles morreu.Com a decisão de hoje da justiça francesa, já são 16 os iranianos sob investigação, entre Afshin Alavi, porta-voz do Conselho Nacional da Resistência Iranian.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.