França ainda negocia com a Rússia entrega de navio

O presidente da França, François Hollande, disse neste domingo que a França continua em discussões com a Rússia para concluir uma negociação de armamentos. No ano passado, o país decidiu suspender a entrega de um navio de guerra a Moscou, citando o papel da Rússia em atiçar o conflito na Ucrânia. "Estamos negociando para encontrar uma maneira de sair da crise", disse Hollande neste domingo, em entrevista ao Canal +, da televisão francesa. Ele não deu mais detalhes.

AE, Estadão Conteúdo

19 de abril de 2015 | 11h08

O navio porta-helicópteros do tipo Mistral integrava a maior venda de armas de um país da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) para o Kremlin. Mas as ações da Rússia na Ucrânia fizeram o governo francês reconsiderar o acordo bilionário, mesmo que isso signifique reembolso de dinheiro. Na semana passada, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, advertiu a França de que a Rússia espera que os seus pagamentos antecipados sejam devolvidos se o país não entregar o navio, conforme acordado. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.