Christian Hartmann/REUTERS
Christian Hartmann/REUTERS

França anuncia fechamento de fronteiras para viajantes que não venham da UE

Medida tenta impedir propagação de novas variantes do coronavírus; premiê Jean Castex afirmou que haverá exceção apenas por 'motivo impreterível'

Redação, O Estado de S.Paulo

29 de janeiro de 2021 | 17h47

PARIS - A França fechará neste domingo, 31, suas fronteiras para viajantes vindos de países que não fazem parte da União Europeia, "exceto por motivo impreterível", anunciou nesta sexta-feira, 29, o premiê Jean Castex. A medida visa impedir a propagação de novas variantes do coronavírus.

"Qualquer entrada na França e qualquer saída de nosso território com destino ou proveniente de um país fora da União Europeia será proibida, exceto por motivo impreterível, a partir de domingo às 00h00 (horário local, 4h de segunda-feira, 1, no Brasil), afirmou Castex em um discurso televisionado.

Os viajantes que chegarem de outros países da UE deverão obrigatoriamente testar negativo para a doença, acrescentou Castex.

As infecções, hospitalizações e mortes no país têm aumentado de forma constante, mas não acentuada, nas últimas semanas. Muitos médicos têm defendido um novo lockdown nacional, como os impostos em vários outros países europeus.

Castex afirmou que as medidas são uma tentativa de evitar o custo econômico de um terceiro lockdwon. Atualmente, mais de 60% dos leitos de terapia intensiva do paiís estão ocupados por pacientes com coronavírus. A França registrou mais de 75 mil mortes pela doença até o momento. /AFP e AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.