THOMAS SAMSON/AFP
THOMAS SAMSON/AFP

França cancela 50% dos voos no primeiro dia de greve dos controladores de tráfego aéreo

Medida foi solicitada pelo órgão responsável pela aviação civil no país; paralisação continuará neste tarde e também na quinta-feira

O Estado de S. Paulo

08 de abril de 2015 | 09h05

PARIS - O primeiro dos dois dias de greve convocados pelos sindicatos de controladores de tráfego aéreo da França nesta quarta-feira, 8, provocou atrasos e cancelamentos de voos já programados pelas autoridades do país, segundo fontes oficiais.

Nos dois principais aeroportos franceses, Charles de Gaulle e Orly, ambos em Paris, foram registrados pequenos atrasos no início da manhã, além dos cancelamentos anunciados na véspera pela direção-geral da Aviação Civil (DGAC).


Após o anúncio da greve dos controladores, o órgão pediu às companhias aéreas a suspensão de 50% dos voos inicialmente previstos. A medida evitou a formação de longas filas nos aeroportos do país, já que os passageiros foram alertados com antecedência das mudanças em suas viagens.

A DGAC deve repetir o procedimento para o segundo dia da greve dos controladores e divulgar ainda nesta quarta-feira a previsão dos voos que serão cancelados.

O principal sindicato de controladores do país convocou a paralisação para pedir a abertura imediata de negociações. O secretário de Estado de Transportes, Alain Vidiales, lamentou a greve em um momento no qual as conversas já tinham começado. 

A Air France-KLM informou que deve tentar o máximo possível operar voos de longo trajet e cancelar voos de curto e médio curso. Os passageiros são aconselhados a entrar em contato com as companhias aéreas para saber sobre a situação de seus voos. / EFE e AP

Tudo o que sabemos sobre:
FrançaGreveAeroportuários

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.