CHARLES PLATIAU / AFP
CHARLES PLATIAU / AFP

França convoca embaixadora dos EUA para explicar denúncias de espionagem

Presidente francês realizou reunião de emergência com ministros e militares e considerou caso como 'inaceitável'

O Estado de S. Paulo

24 de junho de 2015 | 09h12

PARIS - A França convocou nesta quarta-feira, 24, a embaixadora dos Estados Unidos para explicar as denúncias de espionagem americana sobre autoridades francesas, que foram classificadas pelo presidente francês, François Hollande, como "inaceitáveis".

Hollande realizou uma reunião de emergência com ministros e comandantes militares após revelações feitas pelo site WikiLeaks, segundo o qual a Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA) teria espionado os três últimos presidentes da França.

"A França não vai tolerar ações que ameacem sua segurança e a proteção de seus interesses", disse um comunicado do gabinete presidencial francês, acrescentando que essa não é a primeira vez que surgem denúncias sobre espionagem contra o país por parte dos EUA.

A embaixada dos EUA se recusou a comentar. Na terça-feira, a Casa Branca negou ter espionado Hollande. "Não temos como objetivo as comunicações do presidente Hollande e nem teremos", disso o Conselho de Segurança Nacional dos EUA em um comunicado. /REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
FrançaEUAespionagemNSA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.