França dará US$ 525 mi a fazendeiros atingidos pela seca

O governo francês ofereceu 500 milhões de euros (o equivalente a US$ 525 milhões) em ajuda a fazendeiros que perderam gado ou plantações em meio à onda de calor que, segundo se estima, matou mais de 10 mil pessoas no país. O pacote, que incui corte de impostos, empréstimos a juros baixos e financimento de transporte, foi saudado pelo principal sindicato francês de produtores rurais como algo que ?vai na direção certa?. ?A atmosfera no campo é extremamente desalentadora?, disse Jean-Michel Lemetayer, presidente do sindicato rural FNSEA. ?Cada dia a mais de seca torna a situação mais grave?. Mais cedo, o ministro da Agricultura, Hervé Gaymard, havia estimado os danos aos fazendeiros franceses em um valor equivalente a entre US$ 1,1 bilhão e US$ 1,4 bilhão. Embora tenha prometido ajuda financeira, Gaymard ressaltou que a França tem sido criticada pela União Européia por seus gastos com a agricultura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.