França: Debate sobre lei de prostituição gera protestos

Manifestantes contra e a favor a proposta de lei que trata da prostituição na França fazem protesto em frente à Assembleia Nacional da França nesta sexta-feira, em meio ao início das discussões sobre o assunto entre os parlamentares. A lei propõe a legalização da prostituição, mas prevê penalidade para os clientes.

AE, Agência Estado

29 de novembro de 2013 | 17h02

A proposta de lei prevê multa de 1.500 euros para clientes de prostitutas e legaliza as cerca de 40 mil prostitutas francesas, em uma tentativa de combater as redes de tráfico humano.

O governo socialista do presidente François Hollande apoia a lei. A Assembleia liderada pelos socialistas deve votar o projeto no dia 4 de dezembro que, se aprovado, deve ser enviado ao Senado. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
FRANÇAPROSTITUIÇÃOPROTESTOS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.