França deve levantar € 738 mi com Aéroports de Paris

Paris, 30 (AE) - A França deve levantar 738 milhões de euros (US$ 960 milhões) por meio da venda de participação na operadora de aeroportos Aéroports de Paris ao banco Credit Agricole e à empresa de construção Vinci, informou o ministério das Finanças do país neste domingo. Com a operação, a França pretende reforçar as finanças nacionais em meio à crise na zona do euro.

Agência Estado

30 Junho 2013 | 11h13

O governo francês, em associação com o fundo de investimento soberano da França, planeja vender 4,8% das ações da Aéroports de Paris, uma participação avaliada em 373 milhões de euros, para a unidade de seguros do Credit Agricole, bem como outros 4,7% dos papéis, avaliados em 365 milhões de euros, para a Vinci, conforme comunicado do órgão. Se a venda se concretizar, o governo francês continuará sendo o acionista majoritário da operadora, com 50,6% da ações, afirmou o ministério. O governo receberia 303 milhões de euros com a venda, enquanto o Fundo de Investimento Estratégico da França ficaria com 435 milhões, segundo o órgão. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
Françafinanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.