França discutirá envio de armas para oposição

A França vai discutir nas próximas semanas com seus parceiros europeus o fornecimento de armas para a oposição da Síria, agora que foi formada uma coalizão de oposição desses grupos, disse ontem o ministro de Relações Exteriores francês, Laurent Fabius. Segundo ele, a França teme militarizar o conflito, que já dura 20 meses, mas também reluta em deixar desprotegidas as forças dissidentes em áreas sob controle da oposição. "Há um embargo de armas, por isso elas não estão sendo entregues", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.