França diz que inspeções estão produzindo resultados

O ministro das Relações Exteriores da França, Dominique de Villepin, disse que o Conselho de Segurança (CS) da Organização das Nações Unidas (ONU) deve dar aos inspetores de armas no Iraque "o tempo de que eles precisam".De Villepin disse que "progressos reais foram alcançados no Iraque, e que o Conselho de Segurança deve dar às inspeções uma chance real".O ministro francês disse que a opção das inspeções não foi levada até o fim, e os progressos mostram que as inspeções podem ser eficazes. "Nós devemos dar às inspeções todas as chances de sucesso", sugeriu.De Villepin acredita que os chefes dos inspetores de armas da ONU devem se reportar regularmente ao Conselho de Segurança, e pediu uma nova reunião dos ministros para 14 de março, com o objetivo de avaliar a situação."O uso da força não é justificado neste momento", disse De Villepin.Ele reiterou que a França não descarta que a força deva ser usada algum dia, e o Conselho de Segurança teria de decidir que os inspetores concluíram que seria impossível continuar com o trabalho de forma pacífica.Citando a acusação dos EUA de "supostas ligações" entre o Iraque e a rede extremista Al-Qaeda, De Villepin disse que "nada nos permite estabelecer tal ligação".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.