França e Alemanha tentam atrair Rússia para parceria militar com a Otan

EUROPA

, O Estado de S.Paulo

19 de outubro de 2010 | 00h00

Os chefes de Estado e de governo da França, da Alemanha e da Rússia reuniram-se na noite de ontem em uma cúpula para discutir a segurança militar na Europa. O presidente francês, Nicolas Sarkozy, e a chanceler alemã, Angela Merkel, tentam atrair o presidente russo, Dmitri Medvedev, para uma parceria estratégica com a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). A nova tentativa de aproximação entre os gigantes da Europa Ocidental e a Rússia tem como meta reduzir a tensão nas relações, que se tornaram mais ásperas depois da guerra da Geórgia em 2008. O projeto de escudos antimísseis dos EUA na Polônia e na República Checa, apoiado pela União Europeia, ainda causa ressentimento entre os governos.

Merkel deixou claro que a prioridade seria a aproximação entre Rússia e Otan, um passo antes da reunião de cúpula da organização, marcada para 19 e 20 de novembro, em Lisboa. "Vamos discutir a possibilidade de mais cooperação, já que o tempo da Guerra Fria está ultrapassado."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.