França e Bélgica vetam plano para proteger Turquia de Iraque

A França e a Bélgica vetaram proposta da Otan para equipar a Turquia com mísseis para que se defenda de possível ataque do Iraque. Minizando os argumentos do secretário de Estado dos EUA, Collin Powell, de que seria imperdoável negar garantia de defesa à Turquia, os governos de ambos países disseram que um plano de contingência para proteger a Turquia adiaria a perspectiva de uma guerra. A decisão foi tomada ontem à noite. Embora o governo da França tenha consultado os líderes alemães, o país não se pronunciou diretamente.A notícia ampliou o atrito com os EUA, que buscam apoio na Europa para consolidar ação militar no Iraque. Uma reunião de emergência entre os 19 países que participam da Otan foi convocada para esta manhã. O secretário da Defesa dos EUA, Donald Rumsfeld, disse que a atitude é uma "desgraça" e afirmou que os países que bloqueiam o plano para reforçar a defesa da Turquia poderiam ser condenados pelo seu próprio povo.

Agencia Estado,

10 de fevereiro de 2003 | 08h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.