França em 'negociações avançadas' para vender caças à ditadura militar egípcia

O ministro da Defesa da França, Jean-Yves Le Drian, disse que seu país está em negociações avançadas para vender aviões de combate Rafale, produzidos pela Dassault Aviation, para a ditadura militar do Egito. "Estamos em negociações bastante avançadas com o Egito", afirmou o ministro em entrevista à emissora Europe 1.

AE-DOW JONES, Estadão Conteúdo

08 de fevereiro de 2015 | 15h41

O executivo-chefe da Dassault Aviation, Eric Trappier, disse em entrevista publicada neste domingo pelo Le Figaro que a empresa está próxima de obter seu primeiro contrato de exportação, mas não revelou o cliente.

O Rafale, um caça que tem versões para uso com base em terra e em porta-aviões, está em operação na Força Aérea francesa há mais de dez anos, mas o país nunca conseguiu exportá-lo. A Dassault Aviation também está negociando a venda de aviões desse modelo para a Índia. "O Rafale é um avião muito bom. Ele é frequentemente alvo de zombaria, mas é um avião de alto desempenho", disse o ministro Le Drian. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
FrançaEgitoaviões militares

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.