França estima em 20 número de vítimas na Costa do Marfim

O governo francês reconhece que tropas do país provavelmente mataram cerca de 20 pessoas, incluindo civis, durante confrontos na Costa do Marfim. A estimativa é a primeira divulgada pelas autoridades desde que soldados franceses abriram fogo na capital econômica da nação africana, Abidjã, e em outros pontos do país, durante violentos protestos de rua contra estrangeiros.O porta-voz do Ministério da Defesa, Jean-Francois Bureau, insistiu que as forças francesas agiram em legítima defesa. O número de 20 mortos cobre o período de 6 a 9 de novembro, segundo Bureau. "Acreditamos que houve cerca de 20 vítimas como resultado das ações de legítima defesa que fomos levados a executar porque não havia alternativas", disse ele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.