França interdita área para retirar bomba da 2ª Guerra

Cerca de mil pessoas foram retiradas de uma área próxima ao porto de Marselha, na França, hoje, para a remoção de uma bomba alemã de uma tonelada que data da Segunda Guerra Mundial. O tráfego de navios também foi interrompido e o acesso a várias estradas costeiras, bloqueado. A bomba será levada a uma base militar onde será detonada.

AE-AP, Agência Estado

18 de março de 2012 | 15h32

O artefato foi descoberto há uma semana por trabalhadores de construção que acidentalmente perfuraram o explosivo. O governo regional disse que o sistema de ignição da bomba já não funciona, mas a grande quantidade de explosivos - 650 quilos - a torna perigosa.

Aparentemente, o artefato foi enterrado por soldados alemães que planejavam destruir o porto da cidade quando recuavam no fim da guerra. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
bombaSegunda GuerraFrança

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.