Olmo Calvo/AP Photo
Olmo Calvo/AP Photo

França lança 'plano de ação' ao mesmo tempo que o Reino Unido para conter chegada de imigrantes

Aumento de reforço de patrulhas e vigilância em portos estão entre as principais medidas anunciadas, que farão parte de um plano franco-britânico para conter a imigração pelo Canal da Mancha

Redação, O Estado de S.Paulo

04 de janeiro de 2019 | 16h01

PARIS - A França lançou nesta sexta-feira, 4, um “plano de ação” para “prevenir e lutar contra a passagem de imigrantes através do Canal da Mancha”, do lado francês para o lado britânico, com um reforço das patrulhas e da vigilância de seus portos e do litoral, anunciou o Ministério do Interior.

Em 2018, 504 imigrantes, principalmente iranianos, tentaram cruzar o canal que separa a França do Reino Unido. Em torno de 270 deles “conseguiram chegar às águas do lado britânico”, afirma o ministério em um comunicado.

Essas medidas fazem parte de um “plano de ação conjunto franco-britânico”, atualmente em elaboração, que será assinado na próxima viagem do ministro do Interior francês, Christophe Castaner, a Londres, informou o ministério. “Esse plano nos ajudará a por fim a essas travessias”, que “não somente são ilegais, mas também extremamente perigosas”, acrescentou.

“Nos interessa, igual ao Reino Unido, fazer todo o possível para evitar o desenvolvimento de novas redes (de traficantes de pessoas) que provavelmente atraiam de novo os imigrantes irregulares às nossas costas”, afirma a nota.

Nesta sexta-feira, a Marinha Real britânica enviou um navio de patrulha para o Canal da Mancha para impedir a entrada de imigrantes do lado britânico. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.