França pede à Coréia do Norte que renuncie a testes nucleares

A França pediu "encarecidamente" àCoréia do Norte que desista de seu projeto de fazer um teste nucleare retome as conversas de seis lados para a desnuclearização dapenínsula coreana, nesta terça-feira. O Ministério de Exteriores norte-coreano anunciou nesta terça-feira quePyongyang "realizará no futuro um teste nuclear com todas asgarantias de segurança", mas sem precisar data alguma, segundo aagência de notícias norte-coreana. "Estamos muito preocupados" com o anúncio, disse o porta-voz deExteriores francês, Jean-Baptiste Mattéi, ao pedir "encarecidamente"à Coréia do Norte que renuncie a seu projeto de teste nuclear, queseria "um grave fator de instabilidade para a segurança regional einternacional". Mattéi lembrou que a recente resolução do Conselho de Segurançada ONU condenou os disparos de mísseis balísticos norte-coreanos epediu a Pyongyang que mostre contenção, abstenha-se de toda ação quepossa agravar as tensões e retome incondicionalmente as conversas deseis lados - entre as duas Coréias, os EUA, a Rússia, a China e oJapão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.